quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Você entende os sinais que seu gato dá?

Completamente diferentes dos cães, os gatos possuem uma linguagem corporal própria e é muito importante que os donos entendam esses sinais para que haja um bom relacionamento. Vamos falar sobre alguns?

Prrrrrrrrrrrrrrrrrrr: o hábito de ronronar (quem tem um gatinho conhece esse som, que chega a ser uma espécie de vibração), ao contrário do que muitos pensam, demonstra a satisfação do gato. Se ele ronrona em seu colo, significa que está seguro, feliz, que está gostando da situação. Há algum tempo, as pessoas achavam que era sinal de asma ou bronquite: informação equivocada.

Balançar a cauda: bem diferente do que acontece com os cães, significa que ele está desconfiado, é um sinal de que uma determinada situação não está legal para ele, seja por não conhecer o ambiente, uma pessoa etc.

"Fuh" ou mostrar os dentes: se seu gato faz um barulho com a boca semelhante a um "cuspe" de ar ou mostra os dentes, é um aviso. Ele está bravo e poderá reagir em breve, mordendo ou batendo a pata. Mostrar os dentes pode ainda ser sinal de ciúme e acontece também quando tem algum outro animal por perto.

Roçando na perna: um gato roçou na sua perna? Então ele gosta de você, quer colo e carinho.

Arrepiar: geralmente um gato se arrepia quando quer mostrar sua presença para outro animal. Em outros momentos, ele pode estar se esticando ou se espreguiçando. Quando se arrepia e ao mesmo tempo faz um arco com o corpo, significa que quer carinho ou colo. Agora existe também o arrepiado que mostra que o gato está bravo, mas este é acompanhado pelo som "Fuh" e os miados altos. Estas reações são sinais de que ele está bem arisco com a situação.

Miado: os gatos só faltam falar não é mesmo? Naquele momento em que o gatinho mia e vai para um lugar específico, pode estar pedindo água, comida ou mostrando que sua liteira está suja. Existem também miados que demonstram dor. É sempre importante ter um médico veterinário especializado em gatos que cuide dele e possa ir à sua casa para consultas de prevenção e acompanhamento.


Fazer as necessidades fora da liteira: se o seu gato fez suas necessidades fora da liteira, às vezes é sinal de que ela está suja ou então pode ser que algum outro bicho tenha passado pelo local e o gato está tentando proteger o ambiente, ou quando ele quer chamar a atenção. Nunca deixe a liteira sem fazer a higienização diária, pois os gatos não gostam de sujeira. Lembre-se: use uma liteira para cada gato e coloque mais uma no ambiente, assim ele não irá demarcar o espaço em função de um companheiro.


Falta de apetite: assim como o ato de se esconder ou ficar amoado, é sinal de que o gato não está bem de saúde. Nesses momentos é importante levar urgente para o veterinário, pois quando o gato chega a demonstrar, é sinal de que o problema está grave. Detalhe: o gatinho deve tomar água à vontade e esta água  deve ser sempre limpa. Higienize diariamente o bebedouro e comedouro do seu gatinho. Observe-o: se ele toma muita água, é bom fazer exames preventivos, que geralmente são solicitados pelo médico veterinário no mínimo uma vez por ano.

* Informações de Cecy Passos, consultora de produtos para gatos e da linha Cat&Co e proprietária da Cat Model Nikole.

4 comentários:

  1. As vezes eu fico falando com meus gatos e eles ficam olhando pra mim,e depois de um tempo eles ate chegam a miar,eu amo meus queridos gatos,e você me ajudou bastante,obrigada!!

    ResponderExcluir
  2. Na casa da minha mãe tem duas gatas, e recentemente a mais velha deu cria. Os filhotes são arteiros e a irmã mais velha deles parece querer ataca-los mais só ameaça. Fez greve de fome e tudo mais estamos mimando ela e mesmo assim perto dos filhotes ela não fica. Mas a gata mais velha da atenção pra ela, só que ela fica amamentando eles e senti mt fome e a outra fica de lado e ela sentiu muito.

    ResponderExcluir